Creep feeding na bovinocultura de corte - Mario FreireMario Freire
Resultados da sua pesquisa

Creep feeding na bovinocultura de corte

Postado por Mário Freire em 6 de fevereiro de 2019
| 0

Creep Feeding caracteriza-se como um sistema de utilização de cochos privativos dentro de um cercado e neste local apenas os bezerros terão acesso a alimentação concentrada.

De origem inglesa, a palavra creep tem como significado o ato de rastejar e descreve a forma como os animais chegam ao cocho. Já a palavra feeding significa alimentação, ou seja, as duas juntas indicam a forma de consumo dos alimentos.

A ração é fornecida a partir da primeira e segunda semana de vida até o desmame do bezerro. E mais, toda tecnologia implantada tem um objetivo e os resultados devem ser acompanhados. O objetivo central desse sistema de alimentação em cochos creep é aumentar o peso da desmama e consequentemente o número de bezerros desmamados por vaca ano.

Sabemos que quanto maior o peso na desmama menor será o custo do bezerro desmamado. Assim, muitos produtores optam por investir em uma tecnologia objetivando desmamar esse animal mais pesado no futuro.

No primeiro mês o leite por si só é capaz de atender 100% das exigências nutricionais dos bezerros e favorecer o seu crescimento. Porém, a partir do segundo mês a vaca tem uma queda na quantidade de leite produzido. Assim, apenas o leite não é mais capaz de atender as necessidades dos bezerros.

A partir desse cenário, o objetivo principal é utilizar o creep feeding para desenvolver o sistema ruminal dos animais. Então, esse bovino se tornará ruminante de forma antecipada e contará com duas formas de alimentação e geração de nutrientes. Vários benefícios surgirão em termos de ganho de peso dos animais e economia de energia das vacas, porém, para que dê tudo certo é preciso que você conheça muito bem sobre o assunto. Pecuária de corte é uma área lucrativa, os produtores que se destacam estão sempre em busca de conhecimento.

Neste sistema a estrutura deve ser planejada de forma que exclusivamente os bezerros consigam se alimentar no cocho. A definição das dimensões devem ser feitas levando em consideração o número de bezerros, o recomendado é respeitar a área de 1,5m² por animal. Igualmente, é preciso ter atenção com o distanciamento entre os cochos e as cercas. É recomendado que tenha pelo menos dois metros de distância entre eles, com esse detalhe é possível reduzir acidentes e melhorar a circulação dos animais.

Quais as vantagens do sistema ?

O creep feeding traz uma série de vantagens para o produtor e para o desenvolvimento de seu rebanho. Mas, é importante entender que para alcançar os resultados citados abaixo, o sistema tem de ser muito bem planejado. Além disso, irá depender de fatores como a produção de leite das mães, o tipo de suplemento fornecido aos animais, a qualidade da pastagem disponível e o custo do concentrado.

Confira abaixo Alguns dos benefícios:

  • Melhorias na fertilidade e nas características reprodutivas
  • Diminuição de estresse após a desmama
  • Animais com maior peso no desmame
  • Novilhas entram em monta mais cedo
  • Maior homogeneidade do rebanho
  • Redução da idade na desmama
  • Redução da idade de abate
  • Mais lucro para o produtor

Desvantagens do creep feeding:

O manejo nutricional de gado de corte possui expressiva representatividade na relação de custos da atividade. Assim, no sistema creep feeding também é preciso ter atenção especial com este aspecto. Pois, sua utilização pode se tornar inviável em função dos custos altos dos concentrados ou mesmo em razão do baixo desenvolvimento dos animais. É possível que as crias tenham baixo desempenho na fase inicial de utilização deste sistema quando comparadas as crias em sistema tradicional.

Também pode haver casos em que o creep feeding esteja relacionado a diferentes distúrbios alimentares. A princípio, eles podem estar ligados a outros desequilíbrios na proporção de concentrados e volumosos incluídos na dieta. Outro ponto fundamental é que o acúmulo de gordura na glândula mamária das vacas pode acarretar no ganho excessivo de peso das crias fêmeas. Nesse sentido, é preciso levar em consideração os custos totais do sistema e as taxas de conversão alimentar.

Fonte: Beef Point

Compare Anúncios