Gado Jersey - Vantagens da criação - Mario FreireMario Freire
Resultados da sua pesquisa

Gado Jersey – Vantagens da criação

Postado por Mário Freire em 23 de março de 2019
| 0

Originária da Ilha de Jersey no Canal da Mancha, entre a França e a Inglaterra, a raça Jersey possui temperamento dócil, além de ser de fácil manejo e apresentar alta capacidade leiteira.

Introduzida no Brasil em 1896, na região do Rio Grande do Sul, graças às inúmeras vantagens da criação, a raça disseminou-se para outras regiões do país, pois ganhou fama entre os pecuaristas brasileiros.

Desde 1938, foi fundada uma instituição especializada na raça Jersey – a Associação dos Criadores de Gado Jersey do Brasil. Sua criação auxiliou na difusão da raça em todo o território nacional.  Especialmente por ser um animal independente e rústico. A fêmea tem sua cria sozinha, com tranquilidade. Com simples manejo, a raça gera excelentes resultados quanto à produtividade – o que garante lucro rápido ao pecuarista leiteiro.

Segundo o presidente da Associação de Criadores de Gado Jersey do Rio Grande do Sul, atualmente estão registrados 150 mil animais no Brasil. O estado com maior número de criadores é Santa Catarina – seguido do Rio Grande do Sul, do Paraná, de Minas Gerais e do Rio Grande no Norte. Como percebemos, a raça se adapta bem aos mais diversos climas – inclusive ao calor, devido à pigmentação da pele.

Outra vantagem da raça Jersey refere-se à qualidade do leite produzido 13% a mais de nutrientes quando comparado ao de outras raças. Além disso, enquanto 12 litros de leite das demais raças produzem um quilo de queijo, 8 litros de leite da Jersey produzem a mesma quantidade de queijo. Portanto, apresentam alta rentabilidade leiteira. A média da produção do gado Jersey alcança 16 a 17 litros de leite por dia.

Em síntese, as principais vantagens do gado Jersey são as seguintes:

Apresenta boa produção leiteira e mantegueira;
Apresenta alta capacidade reprodutiva
Apresenta grande longevidade
Apresenta ótimo desempenho
Produz 12 vezes a mais do seu peso em leite/lactação;
Possui alta eficiência de conversão alimentar;
Permite maior produção por área de forragem;
O leite contém maior percentual de nutrientes
A novilha tem o primeiro parto mais cedo
O temperamento dócil do animal permite o manejo até por crianças;
O animal é resistente, rústico e com alta adaptabilidade ao calor.

Fontes: Canal Rural e Compre Rural.

Compare Anúncios